Read Se Perguntarem Por Mim Digam Que Voei by Alice Vieira Online

se-perguntarem-por-mim-digam-que-voei

Quando Joana Ofélia saiu de casa para casar com o herdeiro da Casa do Freixo, as irmãs disseram-lhe que não podia levar nada com ela, e que se esquecesse de que elas existiam. É assim que, entre a Casa do Freixo (mais tarde conhecida pela Casa dos Três Anjinhos) e a Casa do Perpétuo Socorro, vão viver gerações diferentes de mulheres, com os seus ódios e paixões, fugas e trQuando Joana Ofélia saiu de casa para casar com o herdeiro da Casa do Freixo, as irmãs disseram-lhe que não podia levar nada com ela, e que se esquecesse de que elas existiam. É assim que, entre a Casa do Freixo (mais tarde conhecida pela Casa dos Três Anjinhos) e a Casa do Perpétuo Socorro, vão viver gerações diferentes de mulheres, com os seus ódios e paixões, fugas e traições, nascimentos e mortes - até chegar Letícia, que herdará os poderes mágicos da velha Delfina e que sabe, como Joana Ofélia, sua avó, que "qualquer janela serve para voar"....

Title : Se Perguntarem Por Mim Digam Que Voei
Author :
Rating :
ISBN : 9722111159
Format Type : Paperback
Number of Pages : 198 Pages
Status : Available For Download
Last checked : 21 Minutes ago!

Se Perguntarem Por Mim Digam Que Voei Reviews

  • carpe librorum :)
    2019-03-16 11:31

    Não segui os ramos da árvore genealógica das personagens, sinceramente, não me esforcei muito. Gostei da originalidade dos nomes, principalmente os compostos, como Joana Ofélia e Olinda Dulce. São pessoas que vivem numa casa/gaiola e, com alguma magia e imaginação, voam com alguma frequência dali para fora. Umas voltam, outras não. O tempo voa também com elas e testemunha-lhes os poisos.

  • Natacha Cunha
    2019-03-06 08:21

    Estamos num Portugal de outros tempos, com preconceitos presentes a cada página.Assistimos à asfixia do provincialismo naqueles que têm o sonho da aventura. É um livro envolto em misticismo, em que muito fica em aberto. A trama é densa, mas facilmente conseguimos deslindar a grande mensagem: "Podemos sempre voar para onde nos levam os nossos sonhos."Opinião completa: http://pbpretonobranco.blogspot.pt/20...

  • kehtani
    2019-03-23 11:40

    Já me tinha esquecido do quanto este livro é mágico. Escrito sempre num tom engraçado, mas ao mesmo tempo com os seus momentos de tristeza, esta é uma história que nos faz sonhar.Numa daquelas pequenas terrinhas, num Portugal de outros tempos, a história da casa do Perpétuo Socorro e da Casa do Freixo (depois chamada de Casa dos Três Anjinhos) é-nos contada através das várias gerações de mulheres de nomes pouco usuais que lá fizeram a sua vida. Ficamos hipnotizados com as palavras da autora e ficamos comovidos com as histórias destas mulheres de imaginação fértil, que cresceram agarrando-se umas às outras, já que os homens por lá pouco apareciam.Elas sonham com janelas por onde voar...

  • Mady
    2019-03-04 10:43

    Alice Vieira is one of my favorite YA Portuguese writers and her books never fail to make me embark in a journey through its pages. And even with a few strokes (or words!), she manages to make her characters so unique!This time we have a very complex family, where history seems to repeat itself after a couple of generations.Thanks to my friends, I am now discovering some of her books I never read in my childhood.(borrowed from Tania)

  • Rosa Ramôa
    2019-02-21 11:39

    A castração provocada pelo provincianismo...

  • Beatriz Maya
    2019-03-21 13:45

    Lembro-me de ler este livro quando tinha uns 11 anos, de não entender quase nada e mesmo assim o amar. Alice Vieira tem esse poder: ela toca as pessoas, com esse seu jeito único de contar histórias.Assim que encontre este livro à venda, vou relê-lo e, se Deus quiser, entendê-lo melhor, com a minha mente e alma de adolescente de 16 anos.

  • Ruthy
    2019-02-23 11:35

    Li este e outros livros da Alice Vieira durante a minha adolescência, para ser sincera ainda nao li nenhum livro dela que não fosse juvenil mas confesso que tenho curiosidade e vontade pois recordo tardes bem passadas na companhia das personagens por ela criadas, férias ao sol com um dos seus livros abertos à frente e vontade de passear mas ao mesmo tempo de ficar na cama a ler mais um pouco!

  • Rita
    2019-03-22 09:51

    Li com 12 anos e até ler o Diário de Anne Frank foi o meu livro preferido. Excelente escrita... Obrigada Alice Vieira! :)

  • Sofia
    2019-03-19 11:23

    Trouxe este livro comigo para a universidade há uns meses e, finalmente, em altura de exames abri-o pela primeira vez. Acho que nunca li nada da Alice Vieira, logo não sabia o que esperar, mas desde a primeira página que fiquei com vontade de ler mais. A história toda é interessante, tal como as personagens, e a forma como se ligam, no entanto, não sou capaz de dar 5 estrelas, porque embora no final tudo faça sentido, a verdade é que a não-linear narrativa às vezes tornou a história um pouco confusa. Várias páginas depois e tudo fazia sentido, mas embora tenha gostado do estilo, e o livro provavelmente não resultaria de outra maneira, não consigo esquecer os momentos em que simplesmente estava à nora. Mas de resto, ótimo livro e espero ler mais desta fantástica autora.